Rescaldo de Eventos

Passeio BTT Na pegada do Lobo - Carvalhal 1 Maio 2011

a onblur="try {parent.deselectBloggerImageGracefully();} catch(e) {}" href="http://1.bp.blogspot.com/-IgCEaEDNOTo/TcMXGff6Z1I/AAAAAAAADB0/IIVMbW49qHc/s1600/DSCF0725_800x600.jpg">















Boas, colegas do pedal...
No passado dia 1 de Maio, alguns elementos do grupo de BTT Tromba Estendida deslocaram-se até Carvalhal a fim de contrariar a chuva e participar em mais um passeio de btt.

Todos os elementos da Tomba Estendida fizeram o percurso de 25 kmt.

Percurso este muito técnico e com algum grau de dificuldade.

Bem, para sermos sinceros temos de salientar alguns aspectos menos bons que este passeio teve. NADA INVALIDA A VONTADE E SIMPTATIA DO PESSOAL DOS LOBOS, NÃO É ISSO QUE ESTÁ EM CAUSA.

MAS, visto que nós já organizámos um passeio, e apenas um, voltamos a achar que por vezes existem erros que podem ser evitados:

ponto 1 -
Não há necessidade do Jipe que guiava o pelotão ir tão depressa, para que logo no início o pelotão se dissipasse, sujeito a acidentes de trânsito, os que não estão ali para ganhar nada ficaram para trás, ficando desmotivados logo desde o início. Se o jipe ia a guiar o pessoal até á zona livre, em nossa opinião este deveria ir muito mais devagar e aguentar o pessoal até à "abertura de percurso";

ponto 2 - È complicado apresentar uma classificação e atribuição de lembranças ou prémios, como lhe queiram chamar, se não têm método de controlo das mesmas, isto nos 25 kmt. Passei um dos elementos que é meu conhecido e chego em 5º lugar, em sentido contrário pk n vi as fitas que estavam a baixa altura e como vinha sozinho, contornei a igreja e entrei pelo lado contrário, levei um "asterisco" por causa disso, mas quando para surpresa minha, encaro com um colega que eu passei e chega à minha frente!!Bem, não é que me importe demais com estas coisas, mas gostamos de dar o nosso melhor e sabermos que passámos por fulano, ele não passou por nós, depois aparece na classificação antes de nós....
Por mero acaso, alguns dos elementos da minha equipa, sem maldade, numa dada zona onde mais pessoal se enganou, cortaram cerca de 2 ou 3 kmt, e por pouco não me passaram à frente, eu que já ia com um bom avanço dos mesmos. Logo pessoal, quando é assim mais vale não colocar classificações, não nos levem a mal, mas ou se tem condições para "controlar o pessoal" que acaba por atalhar ás vezes sem maldade mas por engano no percurso, ou então opta-se por não fazer classificações.

Aconselho-vos a melhorarem este ponto, também como as fitas na marcação, mais altas nalgumas zonas, foi mais para a parte final que se deram "os atalhos" involuntários.

No final o banho foi compensador tal como o almoço.

Parabéns pelo evento!!

NO FINAL AINDA TROUXEMOS O PRÉMIO DE UMA DAS MAIORES EQUIPAS, PRÉMIO ELEMENTO MAIS VELHO A PARTICIPAR 25 KM, ELEMENTO MAIS NOVO A PARTICIPAR. PARABÉNS A QUEM FEZ OS TROFÉUS, MUITO ORIGINAIS!!!
____________________________________________________________________________________
Passeio BTT Rota das 4 aldeias - São Facundo, 25 de Abril 2011














Com um começo de dia soalheiro, alguns elementos do grupo de btt Tromba Estendida, Jorge Pires, Fábio PIres, José Guiomar, Hugo Guiomar, Filipe Santos, Diogo Couceiro e Alberto Lucas, deslocaram-se até São Facundo para participar no 1º passeio BTT Roda das 4 Aldeias. Fábio Pires, Jorge Pires, Diogo Couceiro e Alberto Lucas participaram no percurso de 45 km balizado, Filipe Santos e Hugo Guiomar no 25 km guiado e José Guiomar acompanhou o seu neto Bernardo no percurso de 10km guiado. Todos Terminaram os percursos, no entanto, Fábio Pires teve alguma dificuldade em terminar os 45 km devido a problemas musculares (é o que faz a falta de treino e a petiscada), segundo o mesmo, "o percurso não era muito exigente mas, para a sua forma física actual, chegar ao fim já foi uma vitória". Fábio Pires também parou, já nos últimos kmt a fim de ajudar um BTTista parado com a "corrente na mão" e lá ficou uns belos 15 min, a ver passar atletas que nem perguntavam se eram precisa ajuda... é o espírito que se vive no BTT Amador, mas, como nem todos são iguais, lá parou um Sr que também ajudou a resolver o problema.
Jorge Pires, acompanhou sempre Diogo Couceiro, de apenas 13 anos, incentivando-o durante o percurso para que pudesse terminar os duros 45 km. Jorge Pires apenas "deixou" Diogo Couceiro por volta dos 30 e poucos kmt, aqui o espírito de ajuda, bravura e acima de tudo, amizade, este ao mais alto nível!
Alberto Lucas, também com a sua forma física debilitada, terminou os duros 45 kmt.

Filipe Santos está a recuperar de uma intervenção cirúrgica e está de momento a preparar-se para uma nova etapa de treinos, Hugo Guiomar ajudou no passeio guiado de 25 km e José Guiomar levou o seu Neto Bernardo a concluir o percurso de 10 km.

Quanto à nossa opinião, a organização está de parabéns. Contudo à que melhorar alguns aspectos, nomeadamente as marcações, com fitas maiores e mais "rijas" para não se enrolarem na vegetação. De resto, nada de grave a apontar, para a primeira vez, estiveram bem.

Aqui ficam algumas fotos deste evento.










__________________________________________________________________________________






Uploaded with ImageShack.us


PAI E FILHO (Pai, és o meu orgulho) Aperta contigo!! Boa Prestação.



Uploaded with ImageShack.us



No passado dia 27 de Fevereiro, os nossos elementos Jorge Pires e Fábio Pires deslocaram-se até Ortiga para participar na 4ª Rota dos Judeus. Foi um passeio interessante, com gente simpática, trilhos um pouco "inclinados" lolol, mas é assim mesmo o BTT, também tinha zonas muito rolantes.
Estes dois elementos participaram nos 25 km, é bom para recuperar a forma que foi perdida durante o rigoroso inverno que temos atravessado.

Percalços: Jorge Pires deixa saltar a corrente da sua "menina" e Fábio Pires arrancou para o passeio sem o cantil da água, ou melhor, da "água com aditivo", foi passar sede até cerca de 15 km onde foi o abastecimento, o que o fez ter de rolar um pouco mais devagar do que aquilo que pretendia.

Quanto ao passeio, de um modo geral tudo correu bem mas, a nosso ver,e isto é apenas uma opinião, percebemos que é agradável que o pessoal almoce todo junto mas, para quem acaba o passeio cedo, é um pouco chato esperar pelo resto do pessoal. Pensamos que as coisas correriam melhor se o pessoal fosse almoçando conforme vai chegando. Mas, como disse, são apenas opiniões e foi isso que "estragou" de forma alguma a boa prestação que a equipa de organização teve. Muito importante de realçar a presença de pessoal da organização nas passagens de estrada.

Parabéns à organização.

1º dos 25km: Armando Chamusco - 1,20,49.01
5º Fábio Pires - 1,29, 44. 05
6º Jorge Pires - 1,32, 39. 06
último: José Santos - 3, 14, 35. 66